Você acredita em alienigenas?

domingo, 30 de maio de 2010

Maias - alguns fatos curiosos

Após vermos que os maias possuíam o mais preciso calendário de todos, pirâmides que se orientavam pelas constelações, iremos analisar alguns outros pontos e fatos que ocorreram antes mesmo da chegada de Colombo.
Durante séculos, os Maias viveram e construíram suas cidades-estados, sua civilização e aplicaram sua cultura em na região do jângal na fronteira do sul do México com Guatemala e Belize além destes dois países inteiros. Construíram durante milhares de anos grandes pirâmides, prédios, desenvolveram sua religião e cultura, pois sabiam que os seus deuses assim queriam. Um exemplo dos prédios seria este observatório astronômico de Chichén Itzá. Foi a primeira construção arredondada feita pelos maias. Apesar de não provar nenhuma relação entre as observações astronômicas e estudos com outros planetas, vemos que as janelas do observatório não estavam viradas para estrelas que não eram as mais brilhantes do céu. Bastante parecida com os observatórios contemporâneos, como vemos na comparação abaixo.
Então durante milhares de anos desenvolveram ali sua civilização, tudo de acordo com seu calendário, e aguardavam em determinado momento seus Deuses retornarem. Porem em um dado momento da história deste povo, por volta de 600 d.C todas as cidades-estados foram abandonadas, tesouros entre outros objetos importantes, deixaram tudo para trás e foram para o norte, e lá reconstruíram sua civilização. Mas por quê? Por que depois de tantos anos abandonaram tudo e foram para outro local? Sabemos que não foi mudança no clima, pois viajaram pouco mais de 350 quilômetros, o clima afetaria a região da mesma maneira. Não há sinais de guerra, dominação das cidades nem dos prédios. Da maneira que deixaram tudo se manteve. Então por que as abandonaram? Especulemos então, se os deuses voltariam em certo momento como prometido, assim que todas as pirâmides fossem terminadas, pois cada degrau de cada pirâmide equivalia a um ano, ou seja, não foram construídas por qualquer coisa. Este momento era aguardado e marcado no incrível calendário maia. Este momento teria chegado, mas ninguém voltou, nenhum carro desceu, nenhum Deus cumprira a promessa. Passaram-se alguns anos, sacrifícios foram feitos e nada, ninguém voltou dos céus para visitá-los. Se não tinham mais os Deuses, então talvez aquilo tudo não tivesse mais valor. Essa seria uma possível explicação para esse abandono repentino.