Você acredita em alienigenas?

terça-feira, 24 de abril de 2012

Por que os anjos têm asas?

Em Roma na Itália, dentro da Basílica de São Pedro no Vaticano, encontra-se o sarcófago de Julius Bassus. Construído em 359 d.C. o sarcófago contém o que dizer ser a primeira inscrição de anjos alados do Cristianismo.
Túmulo de Julius Bassus
Nos séculos seguintes, os anjos passaram a ser retratados sempre com asas. Mas por que as asas? Os textos bíblicos originais, raramente descrevem anjos com asas de pássaros. Alguns até possuem aparência de humano. Quando um anjo visitou Abraão, ele não tinha asas, era como qualquer humano. Mas Abraão o saudou. Mas como ele poderia saber? Ele tinha alguma qualidade sobrenatural que se fez perceber, que indicava que não se tratava simplesmente de um humano.


O conceito de anjo, como conhecemos, vendo diretamente da cultura greco-romana. Como Hermes e Íris descendo para transmitir mensagens e se passando por seres humanos. Com a mesma aparência dos homens, demonstrando benevolência. Em diversas outras culturas são descritos da mesma forma. Era necessário que houvesse algo para diferenciar eles de nós e dos Deuses. Então muito provavelmente as asas foram colocados para que se entendesse que estes seres podiam voar.

Nativos americanos falavam de povos das estrelas, Egípcios diziam que eram Deuses que desciam dos céus, todo possuíam seu jeito de descrever estes seres que voavam e desciam ao nosso Planeta. Apesar de a própria igreja demonstrar que os anjos podiam voar, através da aplicação das asas em suas imagens. Mas será que o conceito é cientificamente plausível?



Em 2009, um estudo da Universidade College de Londres comparou as ilustrações clássica de anjos alados aos pássaros. Enquanto nos pássaros as asas são laterais e distantes uma da outra, possuindo diferentes músculos que as fazem mexer pra cima e pra baixo. Nos anjos as asas ficam no meio das costas e muito próximas uma da outra. Ou seja, nas costas as asas apenas iriam abrir e fechar, mas não subir e descer. Fora que o anjos, tendo o nosso tamanho e peso, seriam pesados demais para voar. sem aerodinâmica e com muito peso, é totalmente impossível que um humanoide possa voar. Fora que os anjos sempre subiam ou desciam verticalmente. Não saiam voando por ai como o Super-Homem.
Em 1953, a Bell Aerosystems criou o cinto foguete, o precursor do Jet Pack, que é o mais atual e conhecido cinto foguete. Ele pode levantar uma pessoa verticalmente a até 2 Km de altura, voando a 20Km/h. Se imaginarmos que algo similar existia naqueles tempos, os humanos da época iriam imaginar que aqueles seres eram tipos de deuses.


Ezequiel falava sobre uma carruagem voadora. O Antigo testamento falava sobre uma Coluna de nuvem ao dia e uma de fogo à noite. Todas máquinas físicas que os anjos usavam.

O caso de Jacó em Gênesis, 28, é um clássico caso de visualização de um OVNI. Jacó adormece e sonha com anjos que subiam uma escada e esta escada vem do céu. O mais provável seria uma nave com um tipo de rampa, que é descrito como uma escada indo para o céu.

No Monte do Templo, na velha Jerusalém, houveram diversas passagens da Bíblia, como o de Isaac em Gênesis, 22. Deus pede a Abraão que sacrifique seu filho Isaac no Monte Moriá. Quando Abraão estava prestes a matar seu filho, um anjo o impede. O natural é dizer que Deus queria apenas colocar a fé de Abraão à prova, mas teoria sugere que a passagem tem outra interpretação. Uma vez que um Deus jamais iria pedir algo do tipo. É possível que um anjo caído ou um extraterrestre querendo o mal a Abraão e seu filho, passando-se por Deus, faz o pedido. O sacrifício humano sempre foi condenado pelo Cristianismo e pelo Deus-Criador.